RSS

Rock’a Burger – Rock’a Burger

31 Mar

Sabe quando você está abatido, meio ferrado depois de dias longe de casa passando mais tempo na estrada do que dormindo, estômago meio zoado, coração levemente partido … quando você só quer algo que te faça bem, poderia ser uma massagem, um novo jogo de vídeo game… Mas no caso de hoje, e aproveitando o propósito do blog, fui me fazer um agrado comestível. Ah, o prazer e a satisfação de comer algo legal!

Para tal, fomos no Rock’a Burger.
O Rock’a Burger fica naquela região do Brooklin Café, perto do Wonka, O Torto e adjacências, lugar de circulação do povo descolado, onde todo mundo é meio parecido  e tem cara de publicitário. Particularmente acho aquela região uma porcaria … enfim, isso não vem ao caso, fato é que o Rock’a (Roca! )me foi uma boa surpresa.

Quase na esquina. Pequeno, interessante e até simpático. Embora tenha aquele ar de retrô, e eu ache um saco essa onda retrô moderna de pin ups (pin up gordinha você é terrível!) e afins, confesso que gostei do lugar, acho que por ser pequeno,  poucas mesas, quadros de filmes legais nas paredes, sonzinho rockabilly de background, na televisão passando um filme em preto e branco, atrás do balcão tinha uma pequena coleção de filmes que vai do De Volta Para o Futuro até Sexta Feira 13 parte 2, ou seja, tem até distração se estiver comendo sozinho.
Lembram da Memphis Hamburgueria que a televisão estava ligada no BBB e depois numas musicas comerciais (comerciais pra não dizer ruins)? Detalhes, galera dos estabelecimentos, detalhes fazem a diferença!
Uns 10min, uma coca-cola pela metade e o prato chega.

“Que pão macio!” Foi minha primeira constatação, ao pegar o bicho na mão, antes mesmo de começar a comer.  Esse foi o melhor pão que encontramos por aí até agora. Ponto super positivo, ainda mais para quem como eu tem o pão como base da alimentação.
Como bem disse a garçonete, o mexican souce (um molho que vem junto e se mistura com o cheddar), é muito suave, quase imperceptível mas perceptível, sabe como é!? Acho que por ser suave mesmo, eles oferecem o opcional de jalapeño, para quem é cabron e gosta de coisas mais apimentadas. Pimenta é uma parada que pra mim não rola, não consegui comer nem aquela batata pringles de jalapeño. Sim, sou um fracote para condimentos mais fortes.
Ah, o hambúrguer, que bela mãozada de carne, não tinha e nem precisava ter o formatinho perfeitinho de disco, estava muito bom, com um leve rosadinho dentro, suculento(gordura da carne também serve para isso, além de entupir as artérias), temperado e as vezes até com um gostinho da chapa pra dar aquele gosto de rock, underground, tosco, bom!

Eu nunca tinha visto um alface naquele tom de verde, estava muito bonito, mas o gosto era o mesmo sem graça de todo alface.
Nas primeiras bocadas achei que um sanduiche seria pouco, que teria que comer mais alguma coisa, mas do meio para o fim fui ficando saciado, quase não aguentando as batatas.
É, o Rock’a Burger me deixou ir embora satisfeito e pançudo como o Senhor Barriga, pronto para cobrar o aluguel. Mas agora no começo da madrugada já estou pensando em comer mais alguma coisa … acho que outro Roca desses cairia bem e me deixaria feliz mais uma vez.

Fazendo uma comparação, o Rock’a se equipara ao JPL, que está entre os melhores e custa quase vinte reais. Então o Rock’a  ganha por ser mais barato e tão bom quanto, grata surpresa.

Como nem tudo é alegria nessa vida, chegamos ao ponto fraco, que não é no hambúrguer, é o acompanhamento, no caso a batata frita (mas também pode ser onion rings, você escolhe o acompanhamento) meio mole, pálida, quebradiça, daquelas que você pega no buffet do restaurante por quilo, ou no china pagando mais 1,50 no PF.

As fotos ficaram muito ruins, esqueci a câmera e o celular não segurou muito bem a onda. Mas é o que tem pra hoje!

Ficha técnica:

Rock’a Burger

Ingredientes:  Hamburguer de picanha (150g), queijo cheddar, alface, tomate e mexican sauce.  Jalapeño a parte. Acompanha French Fries ou Onion Rings.

Preço: R$13,00 + R$2,50 refrigerante lata. Vale bem a pena.

Ponto alto: Simples: preço e gostosura!

Ponto baixo: Diferente do sanduiche, o acompanhamento de batata frita não é dos melhores.

Avaliação: A

O Rock’a Burger fica na Rua Trajano Reis, 310, no São Francisco, e funciona de terça e quarta, das 18h à meia-noite, quinta à sábado, das 18h à 1h30, e domingo das 17h às 23h. (41) 3095-5854.

 
8 Comentários

Publicado por em 03/31/2012 em Uncategorized

 

8 responses to “Rock’a Burger – Rock’a Burger

  1. Joana Neitsch

    03/31/2012 at 22:13

    Ponto alto: “pançudo como o Senhor Barriga, pronto para cobrar o aluguel.” hahahah Esse blog é muito bom. Pode virar um livro. “Guia do hambúrguer”, já pensaram nisso?

     
  2. muriloribas

    04/01/2012 at 14:57

    Legal que curtiu, Joana.
    Vamos pensar nisso haha! 😉

     
  3. Rock'a Burger

    04/25/2012 at 12:24

    Já pegamos a manha d batata!
    Dica: prove a onion rings, ela crocante e bem deliciosa! Obrigada pela critica.. é muito bom ler os textos dos clientes!

     
    • muriloribas

      04/26/2012 at 22:54

      Oi, “representante” do Rock’a Burger.

      Então vamos voltar ver a batata frita e quem sabe os onion rings também.

      Obrigado pelo comentário!

       
  4. Gabriel

    09/14/2012 at 00:34

    Provei as onions e as batatas hoje.
    Não há o que reclamar das batatas, tá no mesmo nível dos outros estabelecimentos (ou seja, está ótima).
    Quanto às onions… espetaculares! Crocantes e no ponto certo!
    Acompanhadas do barbecue, ficam sem igual! Certamente, o diferencial da casa!!

    A minha namorada gostou muito do Rock’a burger (do hambúrguer em si).
    O molho de pimenta que veio junto não foi apreciado por ela. Gosto muito de pimenta, mas acabei não dando muita bola.

    Eu só pediria para dar mais atenção ao milkshake. Fraco, consistência de leite… falta muito sorvete e chocolate!

     
    • Murilo Ribas

      09/14/2012 at 03:47

      Oi Gabriel, valeu por mais uma vez compartilhar sua experiência!

      Hoje também passamos lá no Rock’a, mas desistimos de esperar uma mesa. Isso que eu já tinha ido lá na terça-feira. Já comprovamos a evolução das batatas e provei o onion rings, não curto muito cebola mas gostei também!

      Acho que eu não devia falar isso aqui mas o “Roca” é um dos meus preferidos.

      Valeu, volte sempre!

       

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: