RSS

Galeria Lúdica – Os Gêmeos

16 Ago

Voltamos à região mais bonita da cidade. Mentira, nem é, aquela região não tem nada de bonita, só uns nóias, ruas de paralelepípedo, gente descolada e paredes pichadas.
Estamos falando do bairro São Francisco, um dos pontos da cidade que reúnem alguns dos bons hambúrgueres da capital.
A região é feia, mas acho a Galeria Lúdica um lugar bonito até, lugar de reunião de designers, lomógrafos, lésbicas, DJ’s e hipsters curitibanos. Admito que não sei direito o que é hipster (mas eles estão lá!) porque estou por fora dessas coisas,  sou um outsider (risos). Hipster pra mim é aquele povo que tem cara de que foi criado pela vó, sabe como é?!

A Galeria Lúdica era só uma loja que vendia coisas modernas de design, decoração, arte e tal, e que agora além de vender essas coisas tem cadeiras e mesas no meio da loja. Então você pode comer seu sanduíche vendo posters com grafites, ilustrações, fotos, câmeras Diana e afins. Parece que no segundo andar tem um espaço para exposições, mas não subimos para conferir. Acho interessante essa mistura.
E de quebra ainda rola um som, aquele lance meio lounge,músicas que eu nunca tinha ouvido, num volume um tanto alto,mas boas.

A primeira impressão foi boa, assim que entramos estava um “cheiro de lanche” muito bom. Logo fomos atendidos por uma menina, na sequência por um cara e depois outra menina anotou os pedidos, todos muito corteses, gostei do atendimento.

Segundo o cardápio, carne de primeira no pão francês com “uma pegada street art no nome e na montagem”.
Não sei que diabos seria uma “pegada street art” que eles dizem ter na hora de fazer o sanduíche, mas espero que não seja uma parada meio rueira do tipo “Caiu no chão? Pega e come”.

Fui no “Os Gêmeos”, sim, os irmãos dos bonecos amarelos que são mundialmente conhecidos e que já expuseram aqui em Curitiba, no Museu Oscar Niemeyer.


Aí um pequeno desenho dos caras em NY.

Agora parafraseando CINTURA, Paulo, “Issááá! Hambúrguer é o que interessa, o resto não tem pressa!”  (Por essas referências que a gente vê a idade das pessoas).  Então bora falar do motivo pelo qual fomos lá!

A primeira impressão da comida é: “Que pequeniniiiinho!!”.  Da para segurar com uma mão só, sem problemas … se bem que isso é um problema, né?! Mas é bonitinho, e pela primeira vez o hambúrguer, a carne, consegue ser maior que o pão, isso é bem legal.
Logo se repara no pão francês, adoro pão francês com hambúrguer, acho bem mais interessante que o tradicional pão de leite com gergelim.
E esse estava bem bom, fresco, macio no miolo e com a casquinha quebrando em pequenos pedacinhos, sem soltar aquelas lascas pontiagudas que quase furam o céu da boca. Mas tem aquele problema clássico do pão que acaba antes do resto, principalmente a parte de cima.

Alface e tomate muito na medida, ou seja pouco, ou então o suficiente para se fazer notar, como tem que ser, salada não pode roubar a cena, nunca! Não somos vegetarianos e preferimos carne à salada.
Uma única e solitária fatia de queijo dava as caras muito discretamente sobre a carne, não sei por que a galera regula tanto no queijo. Poucas vezes somos bem servidos no queijo, lembro do Guiolla ser bem servido, com queijo notável. Tirando o caso do clássico Fundae de Queijo, o único que peca pelo excesso de queijos.

O hambúrguer é grande, maior que o pão como já disse, por fora parecia que estava um pouco torrado, achei que tinha passado um pouco do ponto, já que me deram a opção de escolher no ponto não poderia vir bem passado, mas por dentro ainda estava suculento, não tanto, mas ainda dava para ver e sentir a carne escorrendo e a gente se deliciando.
Outra coisa legal da carne é que é não é moldada na mãozada instintiva, em que se pega um bolo de carne aperta e joga na chapa, ou grelha. Esse foi modelado com bordas delimitadas e linhas circulares, provavelmente foi colocado numa forma, o que é bom para manter uma uniformidade nos hambúrgueres, mas se não foi feita com ajuda de uma forma, então dou meus parabéns para o escultor.

Uniformidade que não tem na quantidade de batatas-fritas, assim como presenciei um dia desses no Rock’a Burger também (lugar que vale a pena conhecer, ali perto e já resenhado aqui no blog), quem tem sorte ganha mais batatas(menos no Barba Negra, onde vem pouca batata pra todo mundo). Na Lúdica o meu veio mais que no lanche do Yuri. Bom porque as batatas são realmente boas. Douradas, fininhas, com uma leve casquinha crocante por fora e macias por dentro, precisa dizer mais?!

O ponto negativo é o tamanho do bicho, ou tamanho do pão, ou as duas coisas.
No geral e para pessoas normais é comida o suficiente, mas justamente por ser bom que a gente quer que seja um pouco maior, para aproveitar mais e valer melhor o investimento.
Ponto positivo é que ele é todo harmonioso, os ingredientes se combinam (embora na sua pouca quantidade), tudo bem uniforme e gostoso.

O Hambúrguer lúdico é bom de verdade e está entre os melhores para ludibriar o estômago.

Ficha técnica:

Os Gêmeos

Ingredientes: “Hamburger gourmet + mozarela +tomate + alface + molho lúdico”.

Preço: R$8,90 simples ou R$11,90 com fritas e R$15,40 com uma coca lata.

Ponto alto: Gostoso e harmonioso, boas batatas e o lugar é interessante.

Ponto baixo: Pequeno, bem pequeno. Muito pequeno mesmo.

Avaliação: B+

A Galeria Lúdica fica na Rua Inácio Lustosa, esquina com a Rua Duque de Caxias, nº367, no São Francisco, e funciona de quarta à sábado, das 16h à 00h e domingo das 16h às 21h. (41) 3024-8114.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 08/16/2012 em Uncategorized

 

Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: